Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

Como organizar o nosso dia


O nosso dia chega a ser esmagador com tantas coisas em que pensar e o tanto que temos para fazer. Um dia tem 24h mas lá no fundo em alguma altura da vida já todos pensámos que queríamos um dia com mais umas horinhas extra.

fg.jpg

 (imagem retirada do google)

 

O problema também pode ser perguicite aguda e isso já é mais difícil de resolver mas agora parece que queremos fazer mais do nosso dia, andamos numa onda mais zen e queremos aprender a aproveitar mais do nosso tempo para não nos sentirmos "misgalhados" como diz o Kiko.

Então vamos ao que importa. Só dizer que as ideias não estão por ordem cronológica e o que se pode retirar daqui é que o que funciona para uns pode não fazer efeito para outros, mas podem sempre tirar umas ideias para se sentirem menos "tenho tanto para fazer e tão pouco tempo"

Organizar, organizar e organizar.

O melhor que se pode fazer e que vai ajudar no dia seguinte a não nos sentirmos perdidos é, antes de dormir fazer uma lista de coisas que têm para fazer ao longo do dia seguinte. Mas sejam realistas, o dia só tem 24 horas certo? O truque é pesar os assuntos numa balança imaginária. Será mesmo importante? Preciso mesmo de comprar batatas? Tenho mesmo que revelar as fotografias amanha ou esta semana? Tenho tempo ou pode ficar para outro dia? Mas não me posso esquecer de levar a autorização do passeio do filho ou de passar na loja para trocar aquela peça de roupa.

Não façam uma lista com coisas irrealistas. O truque é escrever 3 coisas super importantes para fazer amanhã e 2 no espaço "se tiver tempo".

Importante também é começar a separar por blocos os nossos afazeres. Com o método GTD "get things done" aprendi que se eu recebo uma tarefa tenho que pensar nela. Demora mais do que 5 minutos? É para fazer a longo prazo ou tem uma data definida? Importante ou não?  Assim posso separar por categorias. Se demorar menos que 5 minutos tento fazer no preciso momento e assim não entra na lista, depois é só encaixar as tarefas nos locais certos e ir cumprindo o que nos é proposto

 

Focar

Deve-mo-nos focar nas actividades que estamos a fazer para absorver o melhor do momento. Se a nossa tarefa é dobrar a roupa, vamos estar a dobrar roupa. Não vale estar nas redes sociais por exemplo, senão em vez de nos focarmos na tarefa e ela demorar 30 minutos, vai demorar o dobro do tempo e provavelmente não a acabamos porque temos outras coisas para fazer. 

 

Usar um timer

Utilizo a técnica dos 30 minutos. Para quem não conhece podem procurar por Pomodoro Technique. Eu adaptei ao que eu preciso no meu dia a dia então tiro 30 minutos de manhã á tarde e á noite e nesse tempo faço o máximo que consigo. A.queles 30 minutos servem para arrumar coisas fora do sitio, limpar a casa de banho, ir arrumar a cozinha....e claro, nunca esquecendo o principio de cima, temos que nos focar no tempo gasto.

 

Desligar e priorizar

Desligar-mo-nos um pouco das coisas que nos fazem " perder tempo". Sim, podemos tirar um momento do dia para ver e responder a emails, ir ver se o tio ou a prima estão felizes nas suas férias ás Caraíbas, ver o que a amiga fez com os filhos no fim de semana...mas não façam isso logo pela manhã. Desliguem-se um pouco.

Comecem logo o dia com algo que melhore o vosso bem estar. Seja meditar, seja beber um chá, seja apenas estar a janela a ver o sol e ouvir os passarinhos, aproveitem para preparar um pequeno almoço mais reforçado. Aquele tempo perdido de manhã das pessoas que assim que acordam pegam no telemóvel para cuscar redes sociais é um tempo morto para nós e para o nosso querido cérebro. Acordem-no com coisas mais felizes. Podem tirar um bocadinho da vossa pausa para fazer essas coisas menos " interessantes".

No meio deste assunto da produtividade, aceitem que o dia não estica e que não conseguem fazer tudo. Esqueçam a culpa. Façam mesmo o que é mais importante. Priorizar meus filhos, priorizar! Nos momentos de espera na fila do banco, quando estamos á espera que os miúdos saiam da escola, tentem por exemplo ver os tais emails, ir cuscar o facebook ou ler os meus posts :)

 

Fazer escolhas. 

Tenham na vida apenas o que vos fizer felizes ou que dê alegria e brilho ás vossas vidas.

Aqui falo do método kon mari. Para quem não conhece é sobre uma senhora japonesa que na sua filosofia de vida, diz que só precisamos de ter o que realmente nos faz falta. O truque é destralhar, destralhar a casa, destralhar a cabeça. Se precisamos muito, se adoramos, a peça fica, se a tal peça nos suscita dúvidas..adios. E assim começar também a pensar em compras mais responsáveis, sem comprar por impulso.

Isto também se pode aplicar a pessoas, tenham na vossa vida apenas aqueles que precisam. 

 

Horários

Em aplicações ou em papel tanto faz. Um horário definido para o nosso dia a dia faz com que tenhamos a sensação de controlo sobre o tempo. Para quem é uma control freak como eu, ajuda muito não termos um mini ataque de coração e não nos obrigue a fazer flick flacks durante o dia. Uma boa maneira de começar a fazer um horário é pela noite. A que horas é que me deito para acordar no dia seguinte e saber que dormi o suficiente? Sabendo que temos que dormir pelo menos 7-8 horas é fácil ver que, se acordo ás 7h o ideal era ir dormir ás 23h. Depois comecem por ai. Querem 1h para se arranjarem antes de ir trabalhar? Precisam de mais ou de menos?

O próximo passo é encaixar os horários das refeições, importantissimo. Depois o horário de trabalho.

No fim do dia é importante ter 30 min ou 1h só para nós.

Como sabem eu tenho o meu colado no frigorífico para ir vendo o que se vai passar a seguir e para encaixar as minhas tarefas no sitio certo e não atafulhar com coisas menos importantes.

 

Espero que com isto possam viver as 24h do dia com um bocadinho de menos stress. 

Claro que nem todos os dias correm bem, há dias que, mesmo eu, sinto que não consegui fazer tudo o que queria mas sabem uma coisa? Guilty free pessoal. Não fiz hoje, posso fazer amanhã. 

Muita calma e mais amor!

 

 

As manhãs do Fim-de-semana


Numa manhã qualquer, abro a janela e entra o ar fresco da manhã. Os raios de sol entram-me pela cara e respiro fundo. É tempo de fazer o meu yoga matinal, e depois um pequeno almoço magro, natural, cheio de fibras...só que não!

A minha manhã nem se pode chamar manhã, é um "das 7h ao 12h" que passa a voar.

6:30-6:45 • Já tenho um a saltar-me na cama e eu a tentar abrir os olhos. Normalmente é um "Mãe, bom dia! Quero leite!" Eu grunho, olho pró relógio e dá-me um mini enfarte. Again... Toca de me levantar a rastejar enquanto já tenho duas pipocas saltitantes pela casa.

(desculpe vizinha de baixo)

Rastejo até á casa de banho e acordo, se eles tiverem sossegadinhos ainda consigo tomar banho, eles já acendem a TV e metem no canal que querem com o som baixinho. Senão faço a higiene normal, certifico-me que lavo bem a cara pra acordar 😁 e lá vou eu pró meu dia. 

7:15 •Vamos todos prá cozinha. Ela ajuda a por o leite, ele mete a aquecer sempre com ajuda quase mínima. Depois normalmente variam entre uma maçã cortada aos bocadinhos, ovos mexidos, sumo natural..mas o básico é uns cereais, eles gostam. Pedem muitas vezes tesouros de natal. Uma maneira minha de fazer rabanadas. Mas já sabem agora que podem comer ao domingo de manhã. Eles comem, eu faço o meu leite com chocolate e junto-me a eles a programar (sonhar) o que vamos fazer. Enquanto eles comem, eu como e também repito 256 vezes pra não arrastarem cadeiras, sentarem-se direitos e pararem de brincar com a comida e ainda lavo a loiça, arrumo a cozinha e dou comida às porquinhas. Eles lavam o que usaram no pequeno almoço e vamos ver bonecos os 3.

8:00 • Vamos ver um ou dois episódios de bonecos os 3 sentados no sofá. A esta hora ligo ao marido pra ver como lhe está a correr o dia e pra dizermos bom dia ao pai. Vemos o Futebol de Rua, a Ladybug, o Poly, a Irmã do Meio... Vamos escolhendo por aí.

8:30- Eu deixo-os a ver depois mais um episódio de alguma coisa de 15 minutos ou um bocadinho de Zig Zag e vou escolher a roupa pra eles. Ela vem sempre atrás de mim a pular com aqueles mini pezinhos com sensibilidade de tractor agricola e eu tenho que a avisar mais 37 vezes pra não pular porque a vizinha de baixo ouve o terramoto.. e pra não pular da cama etc..a miúda tem picos nas meias, nunca tá quieta. (Desculpe vizinha de baixo) Ela escolhe a roupa dela toda. Desde roupa interior a casaco e acessórios. Muitas vezes tenho que intervir nas escolhas. Se for á rua eu ajudo a escolher mas se não for ela chega a vestir calções com flores, t-shirt com bolas cor de rosa meias de lã cor de rosa ás riscas. Juro que é real não encontro a foto que lhe tirei. Eles vestem-se quase sozinhos e a ver bonecos e eu vou vestir-me, lavar os dentes e dar um jeito á sala. Enquanto limpo, eles vestem-se, e imitam os bonecos que estão a ver. Depois vamos fazer todos fazer a cama e arrumar os bonecos e ajudam a puxar as orelhas á cama da mãe.  

9:00• Hora de desligar a TV. Lavar os dentes, a cara, pentear e ir brincar com os brinquedos. Pintar, brincar com animais, fazer filas de carros,fazer comida. Eles normalmente vão para fazer Legos ou construir coisas com as ferramentas, ou para os brinquedos com pilhas ( cães, pianos, Robôs, metem tudo a tocar ao mesmo tempo.)a sério?? Acho que estes miúdos têm uma habilidade para inventar brincadeiras mirabolantes. Eram uma banda.

Eu ando a limpar a casa de banho, meto uma maquina de roupa a lavar, limpo as minhas porquinhas da Índia e vou andando por ali a fazer as coisas habituais, arrumar roupa. Tenho aproveitado também para ler um bocadinho do livro de código ou fazer uns testes.

10:00• A esta hora saímos de casa. Vamos ver os peixinhos, ou ao parque , ou simplesmente dar uma volta. Levo bolachas comigo, alguma peça de fruta e eles têm dias que pedem um garoto para terem um café igual ao da mãe.estamos 1h na rua a passear,a fazer as compras, no parque infantil.

 

11:00 - 11h30 Ir para casa, e começar a fazer o almoço. Eles normalmente querem actividades então ficam na mesa da cozinha comigo e cortam papeis pequeninos, ajudam no almoço, discutem mais umas 341 vezes mais ou menos assim

R - Estás a cortar mal.

M - Não estou não, estou a fazer uma bola.

R - A Matilde esta a cortar mal, as bolas não são assim!

M - O mano não me deixa, eu gosto assim (e manda a lingua de fora)

R - Mãaaaeeee a Tidi está a gozar comigo

M - Não estou não, é o Rodrigo.

R - Na não é ela, é mentirosa.

M - Maaaeeeee ele esta a chamar eu mentirosa

R - Ela é que começou

M - Nãaaaao, foi ele tás a ver!

E começa tudo de novo tipo bola de neve até eu ter mesmo de intervir no assunto.

 

Ufa, já estou cansada e ainda vou a meio da confecção do almoço..

 

Como vêm a minha manhã de fim de semana é um espectáculo.Aquelas manhãs maravilhosas que dormimos até mais tarde, que tomamos um pequeno almoço na cama, que temos tempo para tudo e que tirar o pijama é só uma opção....só que não.

Só queria uma daquelas manhãs de fim de semana antes de Dezembro de 2013.

Meu Aniversário


Lá fiquei um ano mais velha.. o ultimo dos "intes". Depois entro nos "intas"

Os meus filhos acordaram-me com um delicioso "parabéns" e muitos beijinhos, o meu maridão acordou e disse "estás velha". Obrigada meu amor por teres uma sensibilidade de tractor, sei que no meio desses teus comentários, lá bem no fundo não consegues viver sem mim.

Preparámos tudo para sair de casa  e seguir viagem, como prenda de aniversário pedi para irmos visitar a a minha família á terra. Tinha ido no principio do mês mas é sempre uma boa altura para ir. ADORAMOS a paz e o sossego do sitio.

Tomar banho, dar banho aos pequenos, tomar o pequeno almoço e preparar a mala para sair.

Levo uma mochila sempre com algumas coisas para eles se distraírem dentro do carro, brinquedos que eles gostam, água e bolachinhas para o caso de uma fome repentina " que nunca acontece". No porta luvas tenho um caderno A5 para cada um e um lápis de carvão, eles vão a desenhar no caminho até se cansarem, depois cantamos e dançamos. Durante a viagem de 1h15 mais ou menos, eles perguntam 20 vezes se já chegámos, se vai demorar, ameaçam que vão dormir, ainda têm umas 3 discussões, deixam cair o lápis 3 vezes..mas corre sempre bem.

Chegámos e preparámos o almoço, a Tia que eu gosto muito estava já á nossa espera. O meu pai e a minha mãedrasta já lá estavam. Almoçámos todos juntos a contar as nossas histórias da vida. Os meus filhos comeram tudo até ao fim e sem muita insistência da minha parte. A Tia diz que o ar dali abre o apetite :D

Depois do almoço e da Tia nos encher de frutas e gelatina e mais frutas da horta e mais uns figos e melão e salada de frutas e bolinhos, quando achamos que já está tudo a rebentar vamos lavar a loiça do almoço e vamos beber um cafézinho. Eles pedem sempre uma goma de minhoca. eu, redonda e quase a sentir que vou rebolar bebo o meu café e desaperto sempre o botão das calças. AHAHAH

No caminho para casa passamos pelo parque para eles desmoerem o almoço, 10 minutinhos a brincar no parque infantil. O resto da tarde é passada entre fotografias antigas, fotografias mais recentes, sentar no chão da rua a apanhar sol, corridas. A Tia já está velhinha, eles ficam ao pé dela a ouvir histórias e lengalengas, brincam imenso na rua, apanham flores, fazem camas para formigas

IMG_20180922_170729_HDR.jpg

 (fotografias do Rodrigo, foi a unica que se aproveitou. Eu, Matilde no meio a desenhar, vovó a ver e todas a apanhar sol)

Lanchamos, lá vem a tia com mais uma montanha de comida para a mesa. Cantamos os parabéns com um bolo de bolacha que levei feito da minha casa para não dar trabalho, se não levasse nada ela ia fazer um pão de ló ou ia comprar na loja. Enquanto o dia vai passando, primos e tias aparecem para dar um beijinho, é só entrar porque são sempre bem-vindos. A prima da frente comprou 2 pãezinhos para os miúdos porque eles adoram o pão de lá, a prima da rua de trás foi levar umas couves que tinha a mais, a tia da casa ao lado tinha 1 coelho para dar para o jantar.

Ainda recitei um poema que a tia tinha lá guardado, fizemos um teatro, ela fica tão feliz e eu faço-lhe esse miminho.

Já ao cair da tarde começamos a preparar-nos para vir embora. Beijos e abraços a todos. O meu primo entretanto saiu para trabalhar depois de comer o bolo de bolacha que ele gosta tanto.

 Dei um abraço bem apertado á Tia. Como eu gosto dela. Se pudesse ia mais vezes vê-la mas a vida não permite, os horários e a correria dos dias não permitem tais viagens. Mesmo curtas tornam-se grandes.

O dia correu bem, eu acabei o dia super feliz, eles acabaram o dia super cansados. Tão cansados que assim que entram no carro adormecem durante a viagem toda.

Na viagem comeram um chupa, a Tidi adormeceu com o chupa na boca e babou o vestido todo.

No Domingo o meu pequenino lembrou-se que eu não tinha nenhuma prenda e eu disse que a prenda tinha sido ir ver a Tia Matilde e estar com o avõ e com a avó. 

-Deixa-me ir ao senhor das flores.

-Está bem, quando formos á rua passas pelo senhor das flores.

 

-Bom dia sinhor, quero fulores pá mãe que fez anos ontem e é uma penda. Pode ser cudurosa e banca por favor.

 

IMG_20180924_080000_HDR.jpg

 Foi ou não foi um dia bonito? Escrevi porque apesar de detalhes que não preciso de mencionar, o importante está escrito e fica escrito e posso reviver este dia feliz sempre que quiser reler.

 

Precisava de molhar a franja


-Tidi vai lavar as mãos, tens as unhas com plasticina.

Fui arranjar a roupa para amanhã.. a miúda sabe lavar as mãos sozinha.

10 minutos depois..onde anda a Matilde?

IMG_20180923_185224_HDR.jpg

 -Estás a tomar banho no lavatório?

-Não mãe, estou só a lavar a franja.

Depois de arrumar a piscina que ela deixou na casa de banho eis que me deparo com....

IMG_20180923_185329_HDR.jpg

 Sabonete que andou na guerra, com manchas ainda de tinta e plasticina e agora uma dentada.

-Deste uma dentada no sabonete?

- Eu? Não mãe, ele caiu.

- E ficou com uma dentada?

-Caiu nos meus dentes..

E depois disto ficas só a pensar se o sabonete tem tendências suicidas..

Mãe, eu ajudo! (Quadro de tarefas para crianças em idade pré-escolar)


Já não é novidade que estou sempre a procurar novas maneiras de pôr os meus pinguins a ajudar cá por casa. E como tenho incutido estes hábitos e incentivado muito a que eles ajudem, normalmente já pedem para ajudar e para fazer sozinhos algumas tarefas que lhes compete. 

Ele têm regras, tarefas, e tudo bem organizado para eu não mergulhar no caos. Sou picuinhas e sei que por vezes posso exagerar, mas ajudar nunca fez mal a ninguém, e se moramos em família, ajudamos em familia. Claro que cada família tem a sua dinâmica e eu não tenho a fórmula secreta para nada. Mas vou-me vos falar no que andamos a utilizar agora. 

•Quadro de tarefas

Fiz em Excel, imprimi e plastifiquei mesmo no frigorífico.

15375540529241219019113.jpg

 

Este quadro está adaptado as idades entre os 3 e os 5 anos. Tem tarefas e alguns comportamentos que têm que ser reforçados cá por casa.

Está assim misturado para eles saberem que não há uma ordem de fazer as coisas, desde que fique feito. 

O rectângulo em branco serve para qualquer tarefa extra que apareça nessa semana. 

Se fizerem metem uma marca no dia correspondente, se não fizerem, não recebem marca. 

Entre muitos tem : 

Fazer a cama

Lavar os dentes (meti para perceberem se lavam todos os dias ou não, porque às vezes eles não querem lavar assim lavam todos os dias

Comer tudo

Dizer "por favor" e "obrigado" (serem educados)

Ser simpático (não gritarem e partilharem os dois)

Arrumar a mochila

Arrumar a roupa

Ajudar nas refeições

Ajudar com os animais..

Entre outros. Cada familia saberá o que melhor se pode encaixar nos rectângulos. Seja o que for, sempre adequado às idades.

O objectivo é terem 40 ou mais "certos" nas actividades no fim da semana. A Matilde quer um gelado, o Rodrigo quer escolher o filme e fazer tarde de cinema com pipocas na sala. 

1537554335779748581841.jpg

 

Sei que pode até parecer algum exagero, ainda usamos o métodos dos botões e o das palhinhas que irei falar mais a frente. Mas por agora este tem resultado e é o que vai ficar até esgotar os miúdos e mudar de método.

E por aí? Usam algum meio que ajude os mais pequenos nesta matéria? Dicas e sugestões são sempre bem vindas.