Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

O meu fantástico spray multiusos caseiro

Quem tem filhos pequenos não têm a sensação de que a hora da refeição parece uma batalha? Se for arroz tenho sempre arroz no chao, na mesa, nas cadeiras. Se for coisas com molho, salta sempre algum pedaço de comida do prato e puff, molho na mesa, molho na camisola... eu até acho que os meus miúdos não são assim MUITO galináceos (como eu lhes chamo), mas quando a refeição acaba tenho que limpar tudo.

Não queria ter que estar sempre a comprar produtos de limpeza, não queria apenas usar água, não queria também gastar dinheiro em algo que é tóxico por exemplo. Ja temos muitos produtos de limpeza duvidosos, não precisava de um duvidoso para usar no dia a dia muitas vezes. Fui pesquisar então como fazer o meu liquido de limpeza multiusos caseiro. Li muitas dicas e decidi aventurar-me a fazer o meu.

Faço o meu próprio spray para limpar tudo o que aparece. Já uso a minha mistura maravilhosa desde que a Matilde nasceu, portanto de certeza que ja tem 3 anos a receita. Se tiver que desinfectar, uso um spray desinfectante de compra. Mas para limpezas assim superficiais, tirar migalhas, deixar a bancada limpa uso o meu. 

A garrafinha de spray pode ser reutilizável de outro spray de limpeza que tenha acabado. A minha é do spray dos vidros que acabou e reaproveitei,  tirei os papéis para ser mais identificável e ando sempre com ela atrás. Lá dentro tem vinagre 15ml, álcool 15ml, água e uma tampinha de amaciador da roupa.

Acabando a refeição, pego na minha arma poderosa, o meu paninho (um bocado de uma t-shirt velha da Matilde) e lá vou eu "sprayar" a mesa e as bancadas todas. Fica limpinho e cheira otimamente bem ao meu amaciador da roupa que não troco por nada. 

Extra: Para dar um refresh nos tecidos, cortinados, camas.. apenas água e um pouquinho de amaciador da roupa. Borrifar ao de leve como se tivéssemos a por perfume em nós. A não ser que sejam como aquelas pessoas que despejam um frasco de perfume em cima. 

 

Vou estar na televisão!

Ah pois é meus amigos. Aqui a Maetástica vai ser entrevistada no programa "Queridas Manhãs" da SIC. Dia 2 de Novembro, esta  sexta-feira lá vou eu estar em frente das câmaras. 

Uma jornalista contactou-me por causa do meu post sobre o assunto das redes sociais. Não tenho, não uso!  O primeiro contacto foi para saber o porquê de eu não ter e eu pensei que seria só umas perguntas para estatística, algo que eles queriam saber no programa. Mas não. Afinal era para ir ao programa dar uma entrevista. Say whaaat?

Na juventude, os meus 16/17 anos, fui figurante. Estava nos programas da manhã a bater palmas, nas novelas a fazer de figurante, nos concursos a fazer de público. Estou habituada a programas de televisão, sei como funciona, conheço o ambiente de um estúdio. Mas ser entrevistada é diferente, vou estar do outro lado, não vou fazer de público, só por isso já me sobe assim um nervoso miudinho. 

Surgem as duvidas.

O que vestir? O que fazer? Provavelmente sairá uma bacorada no programa.

Nervosa ou não, dia 2 de manhã espreitam o programa sim? 

Vai ser uma oportunidade única e é uma experiência nova. Claro que depois vou contar aqui a minha aventura. 

Pronto, post feito e todos avisadinhos! 

Beijinhos

O maior susto da minha vida.

O marido fez anos. Eu comi que nem uma baleia. Fiz perninhas de frango no forno e comprei guloseimas para todos. Gomas, pintarolas, queques de chocolate. Cantámos os parabés com 4 queques e 2 velinhas. Era só para celebrar com as crianças, nada de muito extravagante. Extravagante foi a minha maneira de atacar tudo o que havia.. ora no fim da noite deu-me uma paragem de digestão e passei a noite toda de cabeça enfiada na sanita. Até pensei mesmo em dormir na casa de banho.. assim não me levantava tantas vezes. 

Eram 4:20 da madrugada e a minha TV desligou-se. Pensei " fiquei sem luz". Voltou logo a seguir mas as coisas não paravam de apitar. Morriam e resuscitavam a seguir. " Caraças mas a luz vem e vai assim?" 

Ouvi um pssss, levantei-me desliguei o quadro e fui por a lanterna do telemóvel para ver o que se passava com os fios da TV. Não vi nada de mais mas para precaver tirei tudo das fichas, estava-me a sentir mal e no dia seguinte via com mais atenção. Liguei o quadro.

Deitei-me.

Ouço um pssss um crrrrr e um pok (não sou boa a descrever sons, tentem imaginar)

Fui a correr desligar o quadro. "Mas que merda atão mas o que se passa com as fichas?" Vou com a luz do telemóvel e não vejo nada, desligo tudo das fichas e ligo o quadro.

Deitei-me mas já estava alerta. "Amanhã vejo melhor mas devo ter que ligar a senhoria para mandar um electricista ver o que aconteceu" 

Deitadinha e já a aquecer o esqueleto ouvi um POK muito maior. Acendi a luz da sala e outro pok:"boa, menos uma lâmpada". Acendi a da casa de banho e aquilo deu uma luz maior do que supostamente daria. Desligo o quadro. Borradinha de medo, afinal aquilo era um curto-circuito na minha casa, em todas as divisões. Desliguei a luz de presença no quarto deles, passo pela cozinha e vejo a máquina de lavar a deitar fumo "Era só o que me faltava". Andava eu e o marido a passear pela casa com a lanterna do telemóvel. 

5h e o moço sai de casa para ir trabalhar, e eu fiquei em casa sozinha com os pequenos. Obviamente que não dormi mais, mesmo com o quadro desligado, estava cheia de medo que acontecesse alguma coisa.

De manhã acordo os miúdos para começarmos a vestir e tomar o pequeno almoço e ouço barulho na escada, estavam as vizinhas todas a relatar na escada mais ou menos o que eu também tinha vivido. 

Afinal o prédio inteiro entrou em curto circuito. Um senhor amigo de uma vizinha desligou o quadro do prédio inteiro e chamou o piquete. 

O cabo neutro do prédio partiu. Ora não percebo nada de electricidade mas resumindo.. ouve uma descarga electrica muito grande e a voltagem era maior do que a que temos(algo assim) teve quase a pegar fogo e estávamos todos a dormir. E não era só uma casa, eram todas. Ia ser bonito.

Quando o piquete se foi embora, disse que podíamos ligar a luz. Ora aí fomos ver o estragos. 

Para quem só notou os poks e os pssss por volta das 6 da manhã ficou sem electrodomésticos. A vizinha do lado ficou sem máquina de lavar roupa, forno, frigorífico, microondas... A de baixo sem TV e pelo que percebi tinha a casa cheia de fumo e teve que por a TV na varanda e a rir janelas.

E eu? Perguntam vocês... Fiquei sem caldeira, sem telefone de casa, sem lâmpada na sala e sem uma extenção.

Afinal a máquina deitou fumo sim, mas está a funcionar normalmente.. não sei que raio de fumo era aquele. A caldeira/termoacumulador como lhe quiserem chamar, foi-se. 

Ia morrendo com uma paragem de digestão, ou com um curto-circuito. Mas nisto tudo, foi uma paragem de digestão que me salvou de ficar sem electrodomésticos e de porventura pegar fogo porque desliguei o quadro a tempo.

Apanhei um susto gigante. E cheguei a pensar " se ouço mais um psss pego nos putos, fujo, e deixo arder".

Pérolas #6

-Mãe quero a minha fraldinha.

Ela dorme com uma fralda de pano desde que nasceu, é quase um vicio. Diz que faz "raspas" no bordado das fraldinhas. As que não tiverem bordado, não contam como fraldinhas do sono. 

-Onde está a fraldinha? Onde a deixas-te?

-Não sei, acho que está na sala ALGURES!

Matilde no auge dos seus 3 anos. Adoro estas palavras novas.

Fada dos dentes já? O que é que eu faço?

O miúdo está com um dente a abanar! E a parva aqui deste lado deitou uma lágriminha quando ele me mostrou cheio de felicidade que o dente abana e que vem a fada dos dentes cá a casa.

Ele tem 4 anos, achei super cedo mas a verdade é que os dentinhos dele também nasceram com 3 meses.. por isso se nasceram cedo caem cedo. Será que não é MUITO cedo? Pensando bem também não posso travar o processo do abanico por isso vamos viver com a situação do meu canininho ficar com uma baliza antes dos 5.

E estou a ficar com um homem, o meu bebé está cada dia maior e mais consciente do mundo. (Snif..)Eu não quero que ele cresça e como só somos crianças uma vez, aproveitei para lhe contar a história da fada dos dentes. (O rapaz não acredita no pai Natal nem no Coelho da Páscoa) 

O mundo imaginário das crianças é tão bonito, fiz questão de pelo menos incutir-lhe a fantasia da fada dos dentes.

Ele perguntou:

-Mãe, como é que a fada dos dentes vai saber que o dente cai?

Ora bem. Isto é uma história adaptada aos tempos modernos por isso nao me julguem, a imaginação daquele momento saiu assim.

Quando o dente cair, toca uma sirene no mundo encantado dos dentinhos, onde vivem fadas pequeninas como a Sininho e a fada rainha que é mãe delas todas. Toca como se fosse a sirene dos bombeiros para dar o alerta que o primeiro dente de algum menino caiu. Quando ela toca, a fada rainha vai ao computador para saber o nome do menino e a morada e vê quais as fadas disponíveis para fazer a viagem porque há muitos meninos no mundo e pode haver mais meninos que tenham perdido dentes ao mesmo tempo que tu.

Ela chama uma fadinha, mostra a morada da nossa casa e manda a fada a voar com pozinhos mágicos e purpurinas.

Aqui sou interrompida -Oh não, purpurinas vão sujar a casa toda! ( pânico de experiências anteriores que ele até foi para a escola com purpurinas na testa e nas calças) 

-Sem stress, são purpurinas mágicas, são fáceis de limpar! (Not)

Continuando.... Ela vem, e trás uma lupa minúscula na bolsinha dela. Quando estiveres a dormir ela tira o dente debaixo da almofada e avalia com a lupa se ele está em boas condições. Vai ver se tens os dented escovados, se comes doces a mais...se tiver bom deixa um miminho debaixo da almofada, se por acaso tiver em mau estado ela avisa-te para tratares bem os outros dentinhos. 

-A fada leva o dente?

-Não, antes levavam os dentes para o mundo encantado dos dentinhos mas agora têm muitos no armazém e só vêm ver se trataste bem dele. Ela deixa cá e assim a mãe pode guardar numa caixinha para sempre. ( Sim, vou guardar! Como é que explicava ao miudo que guardei o dente se a fada o levasse?)

Fim

 

Ele ficou encantado, fez perguntas como " e se ela se perde?" Tive que inventar um GPS incorporado nas asas.

Na maluqueira do dente cair nos próximos tempos, fui comprar purpurinas azuis hoje para espalhar pela casa e vou oferecer-lhe uma carta da fadinha dos dentes a agradecer o bom dente que caiu, vou oferecer-lhe uma escova nova com um copinho e pasta só para ele e uma saqueta com um zomling. ( Ai as purpurinas....)

Agora preciso do vosso feedback meus queridos leitores. Acham que exagero na prendinha? Devo dar outra coisa? Quem jájá pass por isto, o que fizeram?

Estou a aproveitar-me do facto dele acreditar na fada dos dentes para dar asas á minha imaginação. Já que não acredita em mais nada, ao menos tem uma coisinha para o desiludir mais tarde quando souber a verdade.. ahahah

#tabaconuncamais - a aventura continua

Já passaram muitos dias, já lhes perdi a conta. Quer dizer.. o último foi dia 2 de Outubro depois de uma interrupção de 2 semanas mais ou menos. Não sou muito boa com datas. Mas, meus queridos leitores e pessoas que vêm espreitar a ver se isto interessa... 

Escrevo hoje com um sorriso no rosto. A vontade foi-se, já não me apetece fumar, já passo dias sem me lembrar do cigarro e o mais importante de tudo, já não me apetece bater em velhinhas nem bater com a cabeça em lado nenhum. A vontade foi-se.

O que me ajudou? Ser dona de casa ajuda. Não saio de casa, não convivo com pessoas que fumam, não tenho um local de trabalho onde de 5 em 5 minutos há alguém que quer ir "fazer uma pausa" . Ajudou não ter estímulos para que a vontade cresça. 

O marido também parou. Ele pensou que queria parar e ao mesmo tempo ficou com uma amigdalite daquelas e febre. O homem doente não tem vontade de fumar e ficou a primeira semana sem tabaco. Sempre disse que se ele não trouxesse aquele maldito maço para casa também não me iria fazer falta e era bem mais fácil resistir. E foi. Ontem ele voltou ao cigarro electrónico, um que tinha já de alguns anos, e tem um líquido sem nicotina, diz que é "só pra ver..." Mesmo com os NiQuitin que eu lhe comprei, quando os mete na boca já diz que aquilo é muito forte. Acho que estou num bom caminho. E daqui para a frente é sempre a subir. #tabaconuncamais eu não disse?? Ainda não posso afirmar neste post que consegui.. ainda vou esperar até fazer se calhar uns 2 meses de abstinência... Mas por agora está a correr bem. E basta nao me lembrar da minha triste recaida.. o que passou passou. 

To orgulhosa de mim, sinto sabores e cheiros com mais intensidade e tive que lavar os cortinados da minha cozinha...fiquei com a ideia de que tinham tabaco entranhado no tecido. Isto de estar num ambiente smokefree é outra coisa.

 

 

Cenas que quero ter #4 - sofá novo

Pelos vistos a minha Matilde anda a adivinhar a próxima grande compra cá de casa. É que o sofazinho velhinho já não dá para os 4 sentados a ver um filme quanto mais para todos os bebés da rapariga. 

IMG_20181011_122003_HDR.jpg

 

Nao te preocupes filha, mais 2 aninhos e temos um sofá comprido que chegue para todos e podes incluir mais bebés. 

Nota: o meu sonho de sofá!

1539257520021648343893.jpg

15392575466501374978956.jpg

 Sim, sou daquelas pessoas estranhas que recorta as revistas e tenho uma casa de sonho dentro de uma mica. Estes são os dois sofás com que eu poderia viver descansadinha. O problema é mesmo o preço. Mas sonhar ainda é de borla certo?

O que me ri hoje!

Estou eu a brincar ás cócegas quando digo para o Rodrigo " Vou-te comer a barriga" e ele no instante a seguir diz "pára por favor, sou demasiado pequeno" 😂

 

Tenho o marido doente. Então fui dar o jantar aos pequenos e deixei o homem descansar na sala. Fui lavar a loiça e quando a Matilde acabou disse-lhe para ir devagarinho á sala ver se o pai tinha adormecido ou se estava melhor.

Ela vai ver e vem a falar baixinho ao pé de mim.

M: Tá a ver muticias e coisas sobre o mundo

Rodrigo: Porque é que os adultos gostam de ver noticias?

Eu: Gostamos de ver para saber o que se passa no mundo, no nosso pais. Coisas boas e coisas más. 

R: Coisas más como?

Eu: Olha como aquele tsunami que eu te expliquei que era uma onda grande e fomos ver ao mapa onde aconteceu.

R: "Era longe daqui eu lembro"

Eu: Sim, ou pessoas más que levam meninos pequenos e por isso é que tens que me dar a mão e não falar com estranhos

Rodrigo: Cá não há pessoas más, só em Itália. 😂

 

Onde é que eles vão buscar estas coisas? Hoje fartei-me de rir com estas pequenas "saídas" dos mais novos.

 

Cenas que quero ter #3

E no seguimento do tão adorado macramé aqui, também não me importava de ter um destes. 

1afc11323ce4c0fdbbf754961ca2a8ec.jpg

e277bed0607d3f4685b79f0e1feb1556.jpg

 

e6097613d92b05a11c2d779bb6bf3e8f.jpg

Ando assim a modos que a babar por estas coisas fofas. E até encontrei um super engraçado pro quarto da miúda. 

6376049d8e2e67ef6ec05d88bbe06777.jpg

 Gosto muito. E gosto tanto que até merece estar na rubrica "cenas que quero ter". Porque é uma cena que quero ter... 

E por aí? Gostam ou tenho uns gostos meio pindericos?

Cenas que quero ter #2

Gosto taaanto disto. Qualquer dia aprendo a fazer só para ter uma coisa destas na minha parede. Acho uma fofura e o espaço torna-se mais confortável. Só queria 1. Ou 2 vá, assim punha na parede do quarto também. 

80904f4e129de845e8bb712231a0e67b.jpg

 Sou adepta do simples, do branco, do mínimo e agora que descobri o macramé, fiquei adepta também.

Pai Natal, eu aceito prendas durante o ano todo, não precisas de esperar pelo 24/25 porque vou andar ocupada nessa altura com o aniversário do Rodrigo. 

 

Actividades para crianças: aprender a atar sapatos.

Dia de greve. O que fazer com os miúdos em casa para eles não entrarem no tédio?  Os meus pequenos querem aprender a atar sapatos. Já andavam a pedir á algum tempo. Depois de muito pensar, pesquisei algumas ideias no Pinterest e fomos fazer trabalhos manuais. 

Não tenho o processo todo da coisa porque quando estou com eles não gosto de mexer no telemóvel e às vezes esqueço-me de tirar fotos.

IMG-20181001-WA0000.jpeg

O resultado final foi este. 

Precisei de cartão que por acaso tinha guardado para fazer alguma coisa com eles. Cortei um "sapato" e fiz os desenhos com uma caneta preta. Eu não sou a pessoa mais artística do mundo mas desde que se perceba o objectivo principal, eles adoram e eu não me importo. Eles pintaram o sapato como queriam, ainda pensaram em por purpurinas mas eu recusei a ideia porque ia ter a minha casa cheia de brilhantes cada vez que eles pegassem no sapato.

Depois fazemos uns furinhos, 4 de cada lado para conseguirmos dar o efeito do atacador no sapato e usei uma fita de trapilho que tenho sempre em casa.

Na parte de baixo colei uma folha de feltro para ficar mais grosso e eles não estragarem a obra de arte tão rápido. Agora podem brincar e aprender a dar nós. E sempre é mais uma actividade gira para eles se entreterem.

Desafio #selfcare Outubro -dia 1

Mês de Outubro. Desafio do #selfcare.

Dia 1- escrever 3 regras importantes para mim e começar as frases por hoje vou. 

Importante também é escrever e por as frases num sítio que se veja para assim lembrarmo-nos todos os dias das regras.

As minhas foram:

Hoje vou brincar com os meus filhos sem distrações.

Hoje vou comer um pequeno-almoço mais reforçado e saudável

Hoje vou manter a calma.

Está um papel no frigorífico para olhar para ele todos os dias. 

Sigam este desafio aqui

Venha daí a sugestão do 2°dia.

Update #tabaconuncamais

Ora cá vou eu para o balanço destes 15 dias sem tabaco. 

Muitas respirações depois, um bocadinho de mudanças de humor e vontades de bater em pessoas acho que estou a portar-se muito bem. Mas hoje.... Hoje tive uma recaída. Peço desculpa a quem estava a apoiar a minha longa jornada mas hoje fui fraca. O meu homem ainda não parou. Está aos poucos a reduzir e eu tenho feito um esforço enorme para desaparecer do lugar onde ele está a fumar. 

Para começar bem o mês fui comprar NiQuitin para o mais que tudo. Ele está com vontade de parar e hoje fez uma despedida do cigarro. Fizemos uns aperitivos, uma cervejinha para acompanhar e no maço estavam 2 cigarros.

Foi a morte do artista, um cigarro hoje para cada um para a despedida oficial. Sinceramente não me sinto muito mal, eu já percebi que consigo e daqui para a frente vai ser muito mais fácil pois ele diz que não vai comprar mais. Mas senti-me mal assim que acendi o raio do cigarro, e o sabor já não era o mesmo. Penso que será o cérebro também a rejeitar a ideia. 

Tive 15 dias complicados. A primeira semana foi um tormento. Inventava coisas para fazer e por sinal a minha casa tem estado num brinco, até a loiça tenho lavado. Comecei a meditar mais, tenho feito yoga, e nos últimos dias já não ando tão cansada. 

Pela recaída vou começar a contar de novo, fumei um cigarro, também não é assim tão grave, mas estou super confiante com este novo processo. Agora tenho uma companhia para a minha luta contra este sacana que é o tabaco. Ele vai usar os NiQuitin com a moderação que conseguir, eu continuarei "ao natural".

Obrigada por todas as mensagens de apoio e dicas importantes que ando a seguir conforme posso. 

Os meus truques são: limpar, limpar, limpar. Brincar com os miúdos distrai muito, ter sempre pastilhas ou alguns frutos secos. 

P.S: dá muita fome, estou a prever que daqui a 3 meses tenho que entrar numa dieta e comprar roupa que me sirva.