Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

Fada dos dentes já? O que é que eu faço?


O miúdo está com um dente a abanar! E a parva aqui deste lado deitou uma lágriminha quando ele me mostrou cheio de felicidade que o dente abana e que vem a fada dos dentes cá a casa.

Ele tem 4 anos, achei super cedo mas a verdade é que os dentinhos dele também nasceram com 3 meses.. por isso se nasceram cedo caem cedo. Será que não é MUITO cedo? Pensando bem também não posso travar o processo do abanico por isso vamos viver com a situação do meu canininho ficar com uma baliza antes dos 5.

E estou a ficar com um homem, o meu bebé está cada dia maior e mais consciente do mundo. (Snif..)Eu não quero que ele cresça e como só somos crianças uma vez, aproveitei para lhe contar a história da fada dos dentes. (O rapaz não acredita no pai Natal nem no Coelho da Páscoa) 

O mundo imaginário das crianças é tão bonito, fiz questão de pelo menos incutir-lhe a fantasia da fada dos dentes.

Ele perguntou:

-Mãe, como é que a fada dos dentes vai saber que o dente cai?

Ora bem. Isto é uma história adaptada aos tempos modernos por isso nao me julguem, a imaginação daquele momento saiu assim.

Quando o dente cair, toca uma sirene no mundo encantado dos dentinhos, onde vivem fadas pequeninas como a Sininho e a fada rainha que é mãe delas todas. Toca como se fosse a sirene dos bombeiros para dar o alerta que o primeiro dente de algum menino caiu. Quando ela toca, a fada rainha vai ao computador para saber o nome do menino e a morada e vê quais as fadas disponíveis para fazer a viagem porque há muitos meninos no mundo e pode haver mais meninos que tenham perdido dentes ao mesmo tempo que tu.

Ela chama uma fadinha, mostra a morada da nossa casa e manda a fada a voar com pozinhos mágicos e purpurinas.

Aqui sou interrompida -Oh não, purpurinas vão sujar a casa toda! ( pânico de experiências anteriores que ele até foi para a escola com purpurinas na testa e nas calças) 

-Sem stress, são purpurinas mágicas, são fáceis de limpar! (Not)

Continuando.... Ela vem, e trás uma lupa minúscula na bolsinha dela. Quando estiveres a dormir ela tira o dente debaixo da almofada e avalia com a lupa se ele está em boas condições. Vai ver se tens os dented escovados, se comes doces a mais...se tiver bom deixa um miminho debaixo da almofada, se por acaso tiver em mau estado ela avisa-te para tratares bem os outros dentinhos. 

-A fada leva o dente?

-Não, antes levavam os dentes para o mundo encantado dos dentinhos mas agora têm muitos no armazém e só vêm ver se trataste bem dele. Ela deixa cá e assim a mãe pode guardar numa caixinha para sempre. ( Sim, vou guardar! Como é que explicava ao miudo que guardei o dente se a fada o levasse?)

Fim

 

Ele ficou encantado, fez perguntas como " e se ela se perde?" Tive que inventar um GPS incorporado nas asas.

Na maluqueira do dente cair nos próximos tempos, fui comprar purpurinas azuis hoje para espalhar pela casa e vou oferecer-lhe uma carta da fadinha dos dentes a agradecer o bom dente que caiu, vou oferecer-lhe uma escova nova com um copinho e pasta só para ele e uma saqueta com um zomling. ( Ai as purpurinas....)

Agora preciso do vosso feedback meus queridos leitores. Acham que exagero na prendinha? Devo dar outra coisa? Quem jájá pass por isto, o que fizeram?

Estou a aproveitar-me do facto dele acreditar na fada dos dentes para dar asas á minha imaginação. Já que não acredita em mais nada, ao menos tem uma coisinha para o desiludir mais tarde quando souber a verdade.. ahahah

#tabaconuncamais - a aventura continua


Já passaram muitos dias, já lhes perdi a conta. Quer dizer.. o último foi dia 2 de Outubro depois de uma interrupção de 2 semanas mais ou menos. Não sou muito boa com datas. Mas, meus queridos leitores e pessoas que vêm espreitar a ver se isto interessa... 

Escrevo hoje com um sorriso no rosto. A vontade foi-se, já não me apetece fumar, já passo dias sem me lembrar do cigarro e o mais importante de tudo, já não me apetece bater em velhinhas nem bater com a cabeça em lado nenhum. A vontade foi-se.

O que me ajudou? Ser dona de casa ajuda. Não saio de casa, não convivo com pessoas que fumam, não tenho um local de trabalho onde de 5 em 5 minutos há alguém que quer ir "fazer uma pausa" . Ajudou não ter estímulos para que a vontade cresça. 

O marido também parou. Ele pensou que queria parar e ao mesmo tempo ficou com uma amigdalite daquelas e febre. O homem doente não tem vontade de fumar e ficou a primeira semana sem tabaco. Sempre disse que se ele não trouxesse aquele maldito maço para casa também não me iria fazer falta e era bem mais fácil resistir. E foi. Ontem ele voltou ao cigarro electrónico, um que tinha já de alguns anos, e tem um líquido sem nicotina, diz que é "só pra ver..." Mesmo com os NiQuitin que eu lhe comprei, quando os mete na boca já diz que aquilo é muito forte. Acho que estou num bom caminho. E daqui para a frente é sempre a subir. #tabaconuncamais eu não disse?? Ainda não posso afirmar neste post que consegui.. ainda vou esperar até fazer se calhar uns 2 meses de abstinência... Mas por agora está a correr bem. E basta nao me lembrar da minha triste recaida.. o que passou passou. 

To orgulhosa de mim, sinto sabores e cheiros com mais intensidade e tive que lavar os cortinados da minha cozinha...fiquei com a ideia de que tinham tabaco entranhado no tecido. Isto de estar num ambiente smokefree é outra coisa.

 

 

Cenas que quero ter #4 - sofá novo


Pelos vistos a minha Matilde anda a adivinhar a próxima grande compra cá de casa. É que o sofazinho velhinho já não dá para os 4 sentados a ver um filme quanto mais para todos os bebés da rapariga. 

IMG_20181011_122003_HDR.jpg

 

Nao te preocupes filha, mais 2 aninhos e temos um sofá comprido que chegue para todos e podes incluir mais bebés. 

Nota: o meu sonho de sofá!

1539257520021648343893.jpg

15392575466501374978956.jpg

 Sim, sou daquelas pessoas estranhas que recorta as revistas e tenho uma casa de sonho dentro de uma mica. Estes são os dois sofás com que eu poderia viver descansadinha. O problema é mesmo o preço. Mas sonhar ainda é de borla certo?

O que me ri hoje!


Estou eu a brincar ás cócegas quando digo para o Rodrigo " Vou-te comer a barriga" e ele no instante a seguir diz "pára por favor, sou demasiado pequeno" 😂

 

Tenho o marido doente. Então fui dar o jantar aos pequenos e deixei o homem descansar na sala. Fui lavar a loiça e quando a Matilde acabou disse-lhe para ir devagarinho á sala ver se o pai tinha adormecido ou se estava melhor.

Ela vai ver e vem a falar baixinho ao pé de mim.

M: Tá a ver muticias e coisas sobre o mundo

Rodrigo: Porque é que os adultos gostam de ver noticias?

Eu: Gostamos de ver para saber o que se passa no mundo, no nosso pais. Coisas boas e coisas más. 

R: Coisas más como?

Eu: Olha como aquele tsunami que eu te expliquei que era uma onda grande e fomos ver ao mapa onde aconteceu.

R: "Era longe daqui eu lembro"

Eu: Sim, ou pessoas más que levam meninos pequenos e por isso é que tens que me dar a mão e não falar com estranhos

Rodrigo: Cá não há pessoas más, só em Itália. 😂

 

Onde é que eles vão buscar estas coisas? Hoje fartei-me de rir com estas pequenas "saídas" dos mais novos.