Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

Estar na moda


Não sou aquela pessoa que anda sempre á procura das novas tendências. Estar na moda para mim tem vários significados. Entre seguir estilos super inovadores, ter o último topo de gama de telemóvel com 5 câmaras e 30 maneiras de bloquear e desbloquear, usar o último grito da moda no que toca aos trapinhos que metemos em cima. As comidas que estão na moda também dão que falar. E começo a perceber que eu ando beeeem desactualizada.

Devo ter sido a última pessoa da família e de todos os meus amigos a ter um smartphone. E sinto tantas saudades das teclas...

Adoro a música dos 80's 90's.

O meu guarda roupa passa por t-shirts e 2 blusas mais bonitas 2 calças de ganga, uns calções e 2 pares de ténis. SÓ. Tenho um casaco para o frio.

Sushi? Açaí? Sementes de papoila? Quinoa? Tapioca? Smooties? Whaaat?

Já agora, smooties são simplesmente batidos pessoal.. batidos.

Qué feito do belo frango assado no forno com arroz e batata e aquele molho divinal?

Dum esparguete com almôndegas?

Do bacalhau cozido com grão? 

Não deve ser nesta vida que eu vou provar essas coisas todas chiques que todos comem. E eu gosto muito do básico e bem feito.

Exercício físico, tonificar, alisar, botox e maminhas? Faço o meu yoga sim. Medito porque me sinto super bem. Mas mesmo antes da moda aparecer. 1995 e eu já me sentava na natureza de olhos fechados a respirar e a sentir o mundo e a respiração. Agora os exageros de hoje em dia....not! 

Pronto, tantos exemplos que eu tinha pra dar que não acabava mais. Mas tenho filhos. Miúdos na escola que estão agora a começar a absorver modas. E tenho que tentar acompanhar o mundo senão vou ser uma velha chata e rabugenta em que os meus filhos me chamam cota e eu não sei nada do novo mundo.

Aprendi a semana passada o que são zomlings... E acreditem que queria voltar atrás no tempo. E no meu resumo, zomlings são bonequinhos para pôr na ponta do lápis na escola, como os que saiam nas batatas fritas. Tipo Matutolas mas em borracha.

A miúda tem umas músicas super preferidas, que me dão um ataque de coração quando as ouco... Uma diz "Eu to bem, você tá bem não sei quê mafiosa mafiosa" e a outra " todo mundo para a esquerda, todo mundo pra direita.. mexe o bumbum" MEXE O BUMBUM?? Dou com ela a brincar sozinha e a cantarolar estas coisas. Quais Caricas do ano passado? Musicas do alfa e músicas infantis.. ADEUS e que fiquem bem no vosso CD porque nunca mais vão ser ouvidas.

Com 3 anos a miúda só quer é músicas com boas batidas pra abanar o capacete. O meu filho com 4 anos ouviu uma música "cheguei" e cantou tudo do princípio ao fim. Onde é que eu estava para ele aprender aquilo sozinho?

Sei que a letra pra eles ainda não é nada de preocupante, eles não associam a nada. Eu também sabia umas bem estranhas e agora quando as ouço sei que na altura só gostava mesmo era de cantar e dançar. Sabia lá que o "Tchan" ou o "Bixo" tinham conotação menos próprios para a minha idade? Queria era cantar alto e em plenos pulmões porque sabia a letra toda.

Em termos musicais já vi que não têm remédio. Ouvem as minhas preferidas também e cantam, mas gostam mesmo das músicas da moda. 

Em estilo de roupa...ainda sou eu que escolho. Tanto que hoje ela saiu pra rua assim: 

IMG_20180928_091114_HDR.jpg

 Gira tá? O paninho na cabeça ainda era meu. 

IMG_20180928_084345_HDR.jpg

 Enquanto for eu a escolher a roupa a coisa não fica muito má. É o que se tem. Mas quando forem eles...

To a imaginar a minha filha com a barriga á mostra, as bochechas do rabo a verem-se, daqui a uns 13 anos já devem de andar de mamilos de fora quem sabe?

Ele com cabelo só de um lado e de várias cores, com uma música bem parva em alto e bom som enquanto espera pelos amigos... a falar um "mékié sócio, curtes a dama que passou aqui com ganda rabo??"

(Ouvi isto duns miudinhos do 6 ano a falar entre eles.) Acho que precisam de aprender a falar melhor, e respeito pelas meninas, só acho!

Não estou na moda, mas se eles começarem a andar na moda eu atiro-me duma ponte. E se falarem assim eu faço questão de me atirar dum avião sem paraquedas. O mundo já está perdido, não preciso de seguir modas pra saber que vai de mal a pior.