Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

Como organizar o nosso dia


O nosso dia chega a ser esmagador com tantas coisas em que pensar e o tanto que temos para fazer. Um dia tem 24h mas lá no fundo em alguma altura da vida já todos pensámos que queríamos um dia com mais umas horinhas extra.

fg.jpg

 (imagem retirada do google)

 

O problema também pode ser perguicite aguda e isso já é mais difícil de resolver mas agora parece que queremos fazer mais do nosso dia, andamos numa onda mais zen e queremos aprender a aproveitar mais do nosso tempo para não nos sentirmos "misgalhados" como diz o Kiko.

Então vamos ao que importa. Só dizer que as ideias não estão por ordem cronológica e o que se pode retirar daqui é que o que funciona para uns pode não fazer efeito para outros, mas podem sempre tirar umas ideias para se sentirem menos "tenho tanto para fazer e tão pouco tempo"

Organizar, organizar e organizar.

O melhor que se pode fazer e que vai ajudar no dia seguinte a não nos sentirmos perdidos é, antes de dormir fazer uma lista de coisas que têm para fazer ao longo do dia seguinte. Mas sejam realistas, o dia só tem 24 horas certo? O truque é pesar os assuntos numa balança imaginária. Será mesmo importante? Preciso mesmo de comprar batatas? Tenho mesmo que revelar as fotografias amanha ou esta semana? Tenho tempo ou pode ficar para outro dia? Mas não me posso esquecer de levar a autorização do passeio do filho ou de passar na loja para trocar aquela peça de roupa.

Não façam uma lista com coisas irrealistas. O truque é escrever 3 coisas super importantes para fazer amanhã e 2 no espaço "se tiver tempo".

Importante também é começar a separar por blocos os nossos afazeres. Com o método GTD "get things done" aprendi que se eu recebo uma tarefa tenho que pensar nela. Demora mais do que 5 minutos? É para fazer a longo prazo ou tem uma data definida? Importante ou não?  Assim posso separar por categorias. Se demorar menos que 5 minutos tento fazer no preciso momento e assim não entra na lista, depois é só encaixar as tarefas nos locais certos e ir cumprindo o que nos é proposto

 

Focar

Deve-mo-nos focar nas actividades que estamos a fazer para absorver o melhor do momento. Se a nossa tarefa é dobrar a roupa, vamos estar a dobrar roupa. Não vale estar nas redes sociais por exemplo, senão em vez de nos focarmos na tarefa e ela demorar 30 minutos, vai demorar o dobro do tempo e provavelmente não a acabamos porque temos outras coisas para fazer. 

 

Usar um timer

Utilizo a técnica dos 30 minutos. Para quem não conhece podem procurar por Pomodoro Technique. Eu adaptei ao que eu preciso no meu dia a dia então tiro 30 minutos de manhã á tarde e á noite e nesse tempo faço o máximo que consigo. A.queles 30 minutos servem para arrumar coisas fora do sitio, limpar a casa de banho, ir arrumar a cozinha....e claro, nunca esquecendo o principio de cima, temos que nos focar no tempo gasto.

 

Desligar e priorizar

Desligar-mo-nos um pouco das coisas que nos fazem " perder tempo". Sim, podemos tirar um momento do dia para ver e responder a emails, ir ver se o tio ou a prima estão felizes nas suas férias ás Caraíbas, ver o que a amiga fez com os filhos no fim de semana...mas não façam isso logo pela manhã. Desliguem-se um pouco.

Comecem logo o dia com algo que melhore o vosso bem estar. Seja meditar, seja beber um chá, seja apenas estar a janela a ver o sol e ouvir os passarinhos, aproveitem para preparar um pequeno almoço mais reforçado. Aquele tempo perdido de manhã das pessoas que assim que acordam pegam no telemóvel para cuscar redes sociais é um tempo morto para nós e para o nosso querido cérebro. Acordem-no com coisas mais felizes. Podem tirar um bocadinho da vossa pausa para fazer essas coisas menos " interessantes".

No meio deste assunto da produtividade, aceitem que o dia não estica e que não conseguem fazer tudo. Esqueçam a culpa. Façam mesmo o que é mais importante. Priorizar meus filhos, priorizar! Nos momentos de espera na fila do banco, quando estamos á espera que os miúdos saiam da escola, tentem por exemplo ver os tais emails, ir cuscar o facebook ou ler os meus posts :)

 

Fazer escolhas. 

Tenham na vida apenas o que vos fizer felizes ou que dê alegria e brilho ás vossas vidas.

Aqui falo do método kon mari. Para quem não conhece é sobre uma senhora japonesa que na sua filosofia de vida, diz que só precisamos de ter o que realmente nos faz falta. O truque é destralhar, destralhar a casa, destralhar a cabeça. Se precisamos muito, se adoramos, a peça fica, se a tal peça nos suscita dúvidas..adios. E assim começar também a pensar em compras mais responsáveis, sem comprar por impulso.

Isto também se pode aplicar a pessoas, tenham na vossa vida apenas aqueles que precisam. 

 

Horários

Em aplicações ou em papel tanto faz. Um horário definido para o nosso dia a dia faz com que tenhamos a sensação de controlo sobre o tempo. Para quem é uma control freak como eu, ajuda muito não termos um mini ataque de coração e não nos obrigue a fazer flick flacks durante o dia. Uma boa maneira de começar a fazer um horário é pela noite. A que horas é que me deito para acordar no dia seguinte e saber que dormi o suficiente? Sabendo que temos que dormir pelo menos 7-8 horas é fácil ver que, se acordo ás 7h o ideal era ir dormir ás 23h. Depois comecem por ai. Querem 1h para se arranjarem antes de ir trabalhar? Precisam de mais ou de menos?

O próximo passo é encaixar os horários das refeições, importantissimo. Depois o horário de trabalho.

No fim do dia é importante ter 30 min ou 1h só para nós.

Como sabem eu tenho o meu colado no frigorífico para ir vendo o que se vai passar a seguir e para encaixar as minhas tarefas no sitio certo e não atafulhar com coisas menos importantes.

 

Espero que com isto possam viver as 24h do dia com um bocadinho de menos stress. 

Claro que nem todos os dias correm bem, há dias que, mesmo eu, sinto que não consegui fazer tudo o que queria mas sabem uma coisa? Guilty free pessoal. Não fiz hoje, posso fazer amanhã. 

Muita calma e mais amor!

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.