Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

MãeTástica

Tenho 2 filhos com 1 ano de diferença entre eles. Sou mãe, dona de casa e neste cantinho conto as peripécias reais de uma família normal. Entrem comigo nesta aventura

As manhãs do Fim-de-semana


Numa manhã qualquer, abro a janela e entra o ar fresco da manhã. Os raios de sol entram-me pela cara e respiro fundo. É tempo de fazer o meu yoga matinal, e depois um pequeno almoço magro, natural, cheio de fibras...só que não!

A minha manhã nem se pode chamar manhã, é um "das 7h ao 12h" que passa a voar.

6:30-6:45 • Já tenho um a saltar-me na cama e eu a tentar abrir os olhos. Normalmente é um "Mãe, bom dia! Quero leite!" Eu grunho, olho pró relógio e dá-me um mini enfarte. Again... Toca de me levantar a rastejar enquanto já tenho duas pipocas saltitantes pela casa.

(desculpe vizinha de baixo)

Rastejo até á casa de banho e acordo, se eles tiverem sossegadinhos ainda consigo tomar banho, eles já acendem a TV e metem no canal que querem com o som baixinho. Senão faço a higiene normal, certifico-me que lavo bem a cara pra acordar 😁 e lá vou eu pró meu dia. 

7:15 •Vamos todos prá cozinha. Ela ajuda a por o leite, ele mete a aquecer sempre com ajuda quase mínima. Depois normalmente variam entre uma maçã cortada aos bocadinhos, ovos mexidos, sumo natural..mas o básico é uns cereais, eles gostam. Pedem muitas vezes tesouros de natal. Uma maneira minha de fazer rabanadas. Mas já sabem agora que podem comer ao domingo de manhã. Eles comem, eu faço o meu leite com chocolate e junto-me a eles a programar (sonhar) o que vamos fazer. Enquanto eles comem, eu como e também repito 256 vezes pra não arrastarem cadeiras, sentarem-se direitos e pararem de brincar com a comida e ainda lavo a loiça, arrumo a cozinha e dou comida às porquinhas. Eles lavam o que usaram no pequeno almoço e vamos ver bonecos os 3.

8:00 • Vamos ver um ou dois episódios de bonecos os 3 sentados no sofá. A esta hora ligo ao marido pra ver como lhe está a correr o dia e pra dizermos bom dia ao pai. Vemos o Futebol de Rua, a Ladybug, o Poly, a Irmã do Meio... Vamos escolhendo por aí.

8:30- Eu deixo-os a ver depois mais um episódio de alguma coisa de 15 minutos ou um bocadinho de Zig Zag e vou escolher a roupa pra eles. Ela vem sempre atrás de mim a pular com aqueles mini pezinhos com sensibilidade de tractor agricola e eu tenho que a avisar mais 37 vezes pra não pular porque a vizinha de baixo ouve o terramoto.. e pra não pular da cama etc..a miúda tem picos nas meias, nunca tá quieta. (Desculpe vizinha de baixo) Ela escolhe a roupa dela toda. Desde roupa interior a casaco e acessórios. Muitas vezes tenho que intervir nas escolhas. Se for á rua eu ajudo a escolher mas se não for ela chega a vestir calções com flores, t-shirt com bolas cor de rosa meias de lã cor de rosa ás riscas. Juro que é real não encontro a foto que lhe tirei. Eles vestem-se quase sozinhos e a ver bonecos e eu vou vestir-me, lavar os dentes e dar um jeito á sala. Enquanto limpo, eles vestem-se, e imitam os bonecos que estão a ver. Depois vamos fazer todos fazer a cama e arrumar os bonecos e ajudam a puxar as orelhas á cama da mãe.  

9:00• Hora de desligar a TV. Lavar os dentes, a cara, pentear e ir brincar com os brinquedos. Pintar, brincar com animais, fazer filas de carros,fazer comida. Eles normalmente vão para fazer Legos ou construir coisas com as ferramentas, ou para os brinquedos com pilhas ( cães, pianos, Robôs, metem tudo a tocar ao mesmo tempo.)a sério?? Acho que estes miúdos têm uma habilidade para inventar brincadeiras mirabolantes. Eram uma banda.

Eu ando a limpar a casa de banho, meto uma maquina de roupa a lavar, limpo as minhas porquinhas da Índia e vou andando por ali a fazer as coisas habituais, arrumar roupa. Tenho aproveitado também para ler um bocadinho do livro de código ou fazer uns testes.

10:00• A esta hora saímos de casa. Vamos ver os peixinhos, ou ao parque , ou simplesmente dar uma volta. Levo bolachas comigo, alguma peça de fruta e eles têm dias que pedem um garoto para terem um café igual ao da mãe.estamos 1h na rua a passear,a fazer as compras, no parque infantil.

 

11:00 - 11h30 Ir para casa, e começar a fazer o almoço. Eles normalmente querem actividades então ficam na mesa da cozinha comigo e cortam papeis pequeninos, ajudam no almoço, discutem mais umas 341 vezes mais ou menos assim

R - Estás a cortar mal.

M - Não estou não, estou a fazer uma bola.

R - A Matilde esta a cortar mal, as bolas não são assim!

M - O mano não me deixa, eu gosto assim (e manda a lingua de fora)

R - Mãaaaeeee a Tidi está a gozar comigo

M - Não estou não, é o Rodrigo.

R - Na não é ela, é mentirosa.

M - Maaaeeeee ele esta a chamar eu mentirosa

R - Ela é que começou

M - Nãaaaao, foi ele tás a ver!

E começa tudo de novo tipo bola de neve até eu ter mesmo de intervir no assunto.

 

Ufa, já estou cansada e ainda vou a meio da confecção do almoço..

 

Como vêm a minha manhã de fim de semana é um espectáculo.Aquelas manhãs maravilhosas que dormimos até mais tarde, que tomamos um pequeno almoço na cama, que temos tempo para tudo e que tirar o pijama é só uma opção....só que não.

Só queria uma daquelas manhãs de fim de semana antes de Dezembro de 2013.

Disciplina: Mãe


É difícil ser mãe, não há os tais livros de instruções, há umas dicas aqui e ali mas cada bebé é diferente.  Acho que alguém devia de ensinar nas escolas além de educação sexual, algo relacionado com bebés e maternidade ou os cuidados a ter com crianças sei lá. Os requesitos para ensinar era.. ser mãe. Nada melhor que experiências reais tais como controlar feras pequenas e tentar contornar birras ou doidois.  Ensinar que no primeiro banho não se mete gel com espuma e não se aperta a esponja e vem quilos de espuma, em que o miúdo quando sai do banho parece o Pai Natal. (Erro de principiante) Cada dia é diferente e as vezes fico sem saber o que fazer. Preciso de umas luzes para conseguir educar estes seres para virem a ser boas pessoas e com valores. Não quero estar a criar reizinhos e adultos maus como se vêm tanto aí. Quero que sejam felizes e que lutem pelas coisas que querem, que respeitem o próximo.   Desde recém nascidos que notei diferenças nos dois. Ele usou chucha, ela não. Ele teve imensas colicas, eu segui todas as dicas e nada aliviava, ela não. Ele era chorão, ela era mais. Começaram a dormir a noite toda pelos 2 meses e meio 3 meses.Ele é calmo, gosta de estar no seu canto, ela é um furacão e odeia estar sozinha. É uma peganhenta só visto. Ele adora miminhos. Ela tem sempre a resposta na ponta da lingua, ele é mais molinho e tá sempre cansado. Pra andar, pra comer, pra montar Legos. Há coisas que não sei como reagir, não sei se estou a fazer bem mas e a única forma que sei. 

Ontem aconteceu uma situação que bloqueei completamente, fiquei sem saber como reagir, magoou-me o coração. Fiquei parada 5 segundos a olhar para ele e ele para mim, e retirei-me. Não disse uma palavra. Fui pra cozinha chorar. Respirar fundo e pensar em como resolver a situação. Pensei. Recompoe-te mulher, tens que dar o exemplo.

Bem. Estava a escrever unicórnio no livro da Tidi, ela pediu as letras do unicórnio. E o Rodrigo estava a nossa frente.

Ele comecou a copiar as letras ao contrário, como estava no campo de visão dele. Eu vi e disse calmamente, olha filho, isso assim é ao contrário. (Ele ficou chateado, odeia falhar) mas eu tava a tentar ensinar que não era preciso ele ficar assim chateado, é normal porque ele não sabia mas expliquei que se ele visse de frente as letras podia ver melhor, pra vir para o meu lado e ver as letras direitas. Foi ver e como estava frustrado porque se tinha enganado pegou no lápis e mandou pra cima da mesa com força interrompendo-me e gritou Cala-te! 

Fiquei em sentido, magoada e retirei-me como disse.

Recompus-me do choque e fiquei até feliz pela minha atitude, acho que gritar com ele naquele momento ia incitar a discussão e choro e eu era capaz de perder mesmo a paciência pela má educaçao. Como ficamos aqueles 5 segundos a olhar um para o outro eu acho que ele percebeu bem que fiquei magoada. 

O que faço nesta altura?. Pensava eu.

Como é que vou dar o exemplo em conseguir explicar que aquela atitude é feia? Não posso dar parte fraca, tenho que ser mãe agora a sério e não sei como reagir. Instruções please.... Fiquei sozinha a pensar. Uns minutos depois vem ele e eu digo-lhe.

Estou chateada com o que fizeste. Ele desata a chorar e a pedir desculpa.

Pedi-lhe para me explicar porque é que estava a chorar. Percebeu que não se grita assim, nem se manda calar assim uma pessoa. Pedi-lhe pra ele ir pelo seu próprio pe para o cantinho dos 4 minutos, pensar no que tinha feito de mal e se acha que foi uma boa atitude. Veio-me pedir desculpa depois. E percebeu que tem que controlar a raiva porque está a aprender e não sabe tudo. Demos muitos beijinhos, ficamos bem e ele compreendeu que eu não gostei da atitude de mau.

Não sei se fiz bem, não tenho instruções, sera que reagi da melhor forma?. Tô cheia de dúvidas. Devia mesmo de haver uma linha de apoio a mães com duvidas. Uma disciplina No minimo.

Entretanto vem a moça e ao beber o iogurte deixou cair umas pingas com a palhinha. Dei-lhe um paninho pra ir limpar as pingas que deixou cair.

IMG_20180417_175412.jpg

Só vou perceber se eduquei bem, quando eles tiverem 20 anos e isto der frutos de pessoas responsáveis e bem educadas.. estou a torcer pra não estar a fazer nenhuma asneiras daquelas. Ele como consequência foi ontem para a cor laranja e não vai ganhar o livro dos desportos no fim  da semana. 

Isto acontece com vocês? Ás vezes complica

Socorro, matei as minhas flores?


Vocês vão perceber ao longo do tempo que sou pessima com flores, plantas etc. 

Consegui matar salsa..disseram-me que era quase impossível. Também não sei se é ou não, mas que ela se finou, finou.

Entre bambus, e flores várias que nem sei o nome, já foram umas quantas. Mas eu gosto muito de flores, não sei porquê não consigo manter vivo nada. 

O marido ofereceu-me uns narcisos dentro dum vasinho de madeira parece um cesto antigo, tão giro. Andava a queixar-me que já não tinha nenhuma flor viva em casa a não ser uma resistente a tudo que depois mostro. Não está em bom estado mas ainda tá viva já dura uns bons 5/6 meses. Não sei o nome por isso vou ter que mandar uma foto do sr. Google porque se mandar uma da minha planta são capazes de não reconhecer a espécie. Mas tá verde e isso é que interessa. Descobri que se chama lírio da paz ao ter que procurar uma foto. A minha não tem as flores brancas lindas de morrer, já eram!

1459a043f9e8b1b84e913ac1ff902104.jpg

 

 

Bem, os narcisos. Tinha uma bolinha de flor a rebentar,  e em 3 dias rebentaram umas 10. Achei estranho mas pensei  que ia correr bem. Decidi pesquisar pela flor e li que aquilo tem que ter um espaço entre elas e etc. O vaso tinha 5 bolbos atafulhadinhos.

 Escusado será dizer que hoje estão todas murchas. Decidi comprar terra e usei uns vasos que tinha das falecidas e mudeias porque o vasinho pequeno era apertado pra tanta raiz.

IMG_20180306_185845.jpg

 

Tão nestas condições. As amarelinhas estão todas tristes. Faço alguma coisa disto ou matei mais uma espécie de planta?

 

Beijos